Responsive Ad Slot

Ultimas Noticias

latest

A Provincia De Moçambique Onde Se Faz Mais Sexo

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

/ by Francisco Vasco

A empresa GfK Intercampus realizou um estudo de mercado sobre aspectos sociais de Moçambique e um dos temas eleitos foi justamente o da prostituição.
De acordo com os resultados obtidos pelo estudo (representantivo de uma população de 3,34 milhões de pessoas, que residem nas zonas urbanas, com 15 ou mais anos de idade), concluiu-se que 67.5% da população residente nas zonas urbanas, ou seja, aproximadamente 70% dos indivíduos consideram que a prostituição seja má e que deve ser combatida. Ao mesmo tempo, cerca de 17% considera o fenómeno mau, apesar de perceber as causas que o motivam, e a restante percentagem que representa a minoria considera a prática boa, chegando mesmo a recomendá-la (2.8%).
A sondagem revela ainda que 74.5% das mulheres entrevistadas considera a prostituição má e que devia ser combatida, ao passo que um número mais reduzido de homens (64.9%) partilha a mesma opinião.
Quanto à predominância da prática, 43% afirma ser predominante a prostituição nos locais onde residem e 54.6% afirma não ser predominante, sendo que 2.5% preferiu abster-se com uma resposta nula.
Um dado curioso é que a predominância da prostituição na zona sul é relativamente mais baixa (30.3%) do que a apurada nas zonas centro (54%) e norte (56.6%) do país, sendo a província de Maputo a que menos predominância apresenta (13.3%). Aliás, a cidade de Maputo regista a predominância de 22.1%, ao passo que as províncias de Gaza e Inhambane representam 42.5 e 43.4%, respectivamente. Facto surpreendente sobretudo se se pensar que é na capital que se situa a maior concentração populacional de Moçambique.
As províncias que registam uma maior predominância são as de Tete (68.2%) e Manica (60%) no centro, e de Niassa (60%) e Cabo Delgado (57.8%) na região norte. Curiosamente, são zonas que assistem ao pulsar do desenvolvimento, em larga medida motivado pela exploração dos seus recursos naturais.
Via: olamocambique e chaoneka

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
©
© 2018 - MZ NOTICIAS. All Rights Reserved.