Responsive Ad Slot

Ultimas Noticias

latest

Marido mata mulher porque o bebê nasceu “Mulato”

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

/ by redaccao


Fidel António, vivia maritalmente com Maria Lenda, de 24 anos, no município de Cacuaco, Bairro dos Bakongos, com quem tem três filhos (duas meninas e um rapaz), o jovem foi acusado de ter morto a sua esposa por esta ter gerado um filho com a pele mais clara que os mais velhos.

Segundo relatou Pedro Sango, tio da vítima, o cidadão matou-a à pancada, pois que consta da autópsia que as causas da morte foram a fratura de quatro costelas, traumatismo craniano e golpes com objecto contundente em várias partes do corpo.
“A minha sobrinha foi encontrada nua e ensanguentada”, conta o tio.
“Desde o nascimento do último filho, por sinal o único do sexo masculino, que Fidel António implicava com a esposa, porque desconfiava da paternidade do bebé. Fidel tentara já, diz o tio, envenenar o filho, mas sem sucesso.
Em função disso, foi aconselhado pelo seu sogro, a manter a calma, uma vez que na família existem pessoas com a cor de pele mais clara.
“Ele não se convenceu e, acabou por destruir a relação que há mais de 7 anos manteve, por coisas que não fazem sentido.
A sua mulher é de pele mais clara, do mesmo modo que a sogra, então, é normal que o filho tenha herdado a cor da mãe”, reclamou o tio da vítima.
Segundo os vizinhos, ele, depois de matar a esposa, entregou-se à Polícia.
ft.Opais

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
©
© 2018 - MZ NOTICIAS. All Rights Reserved.